Futuro do jogo online discutido em Lisboa

Publicação: 17.11.2019 | por casino-com.pt

Reguladores do jogo Europeus - SRIJLisboa foi o local escolhido para o mais recente encontro entre reguladores dos principais mercados europeus. Representantes das Entidades Reguladoras da Áustria, Espanha, França, Itália, Reino Unido, e como não poderia deixar de ser, Portugal, estiveram reunidos na capital nos dias 6 e 7 de novembro.

O encontro tinha como objetivo a discussão de diversos tópicos relacionados com a indústria do jogo. Cada representante falou do estado atual do mercado no seu país, e da forma como o mesmo tem evoluído. Foram partilhadas experiências relacionadas com as ações desenvolvidas para garantir a proteção dos jogadores, nomeadamente o desenvolvimento de políticas de jogo responsável, entre outras.

O jogo online esteve também em grande destaque. Nomeadamente, o impacto que os avanços tecnológicos podem ter neste setor. Os reguladores trocaram impressões sobre os planos para o desenvolvimento de uma plataforma única de visualização do jogador, e sobre o uso de inteligência artificial nas plataformas de apostas online. Esta tecnologia pode ser muito útil para detetar e prevenir comportamentos associados ao vício do jogo. Ao serem analisados os dados das sessões dos jogadores, através da inteligência artificial, é possível identificar padrões relacionados com comportamentos suspeitos. Os respetivos operadores podem ser assim notificados, dando-lhes a possibilidade de agir rapidamente sobre a situação. Para proteger o jogador, os operadores podem optar por suspender a conta por um determinado período de tempo, antes da situação ficar fora do controlo.

No final da reunião, ficou claro o compromisso assumido pelos Reguladores no que toca ao trabalho contínuo em garantir e aumentar medidas de segurança, para salvaguardar jogadores e operadores. Ambos podem assim ficar mais descansados, sabendo que continuam a ser feitos esforços para identificar os problemas associados à prática do jogo.

O próximo encontro já está marcado. Terá lugar no Reino Unido, na altura da primavera de 2020.